30 outubro 2019

Vamos Lembrar: As tradições do Halloween

O que é Halloween

Halloween, ou Dia das Bruxas, é uma celebração popular de culto aos mortos comemorada anualmente no dia 31 de outubro.
O termo tem origem na expressão em inglês “All Hallow’s Eve” (Véspera de Todos os Santos), pois é comemorado um dia antes do feriado de 01 de Novembro.
A cultura de celebração do Halloween é muito forte em países de língua anglo-saxónica, sobretudo nos Estados Unidos. Com o tempo, o feriado ganhou popularidade e hoje é comemorado, ainda que em menor escala, em grande parte do mundo.
A tradição do Halloween foi levada pelos irlandeses para os Estados Unidos, onde a data é considerada feriado.

Origem do Halloween

Acredita-se que a maioria das tradições de Halloween tenham se originado nos antigos festivais celtas chamados Samhaim, que marcavam a passagem de ano e a chegada do inverno. Para os celtas, o início do inverno representava a aproximação entre o mundo e o “Outro Mundo”, onde vivem os mortos.
Os celtas acreditavam que no início do inverno os mortos regressavam para visitar suas casas e que assombrações surgiam para amaldiçoar seus animais e suas colheitas. 
Todos os símbolos que hoje são característicos do Halloween eram formas utilizadas pelos celtas para afastar esses maus espíritos.
 Embora de origem pagã, o Halloween recebeu esse nome após ser cristianizado pela Igreja Católica, que passou a defini-lo como véspera do Dia de Todos os Santos.

Símbolos do Halloween

A maioria dos símbolos característicos do Halloween possuem origem nos primórdios da tradição, enquanto outros foram agregados com o tempo. Entre os principais estão:
As cores laranja e preto: O Halloween é associado com as cores laranja e preto pois o festival do Samhaim era comemorado no início do outono, quando as folhas se tornam laranjas e os dias são mais escuros.
Lanterna de abóbora: a lanterna de abóbora (do inglês Jack o’lantern) tem origem em um conto celta sobre um rapaz que foi proibido de entrar no céu e no inferno e vaga eternamente com sua lanterna em busca de descanso.
A tradição de entalhar abóboras teve início nos Estados Unidos. Antes, os países de origem celta entalhavam nabos e inseriam velas no interior com o objetivo de afastar espíritos.

Máscaras e fantasias: os celtas acreditavam que no dia do Samhaim, máscaras e fantasias ajudavam a enganar os espíritos, que não reconheciam os humanos e continuavam vagando pelo mundo sem incomodar.

Atualmente, o Halloween é fortemente marcado por festas à fantasia que geralmente seguem a temática sombria de bruxas, zumbis, esqueletos, etc. No entanto, em países onde a tradição não é tão seguida (a exemplo do Brasil), as festas costumam envolver qualquer tipo de fantasia.

Esqueletos e fantasmas: para os celtas, os mortos assumiam, entre outras formas, a de esqueletos e fantasmas.
Morcegos: os festivais de Samhaim sempre envolviam o uso de fogueiras, que acabavam por atrair morcegos.
Doces e travessuras: do inglês trick or treat, teve origem na Grã-Bretanha mas foi popularizado nos Estados Unidos nos anos 50. A atividade é voltada para crianças que, fantasiadas, batem de porta em porta perguntando “doces ou travessuras?”. Caso a pessoa não dê algum brinde como doces ou dinheiro, as crianças fazem alguma travessura na sua casa.


FONTE: https://www.significados.com.br/halloween/

Comemoração do Halloween em Albufeira - 31 Outubro 2019


Amigos e Amigas


O Halloween vai estar presente na Baixa de Albufeira, no dia 31 de Outubro, 
a partir das 18h30.



Halloween em Albufeira





25 outubro 2019

Vamos Lembrar: Dia Mundial da Terceira Idade

 
O Dia Mundial da Terceira Idade celebra-se a 28 de Outubro.

Este dia tem como objetivo chamar a atenção para a situação económica e social da população idosa. As pessoas mais idosas são as que passam mais tempo sozinhas. Muitos idosos vivem em carência económica e isolados dos seus familiares, ao abandono, em lares de terceira idade ou em casa.

Os idosos são pilares no seio da família, eles são responsáveis pela transmissão de valores e de conhecimentos aos mais novos, funcionando como um ponto de equilíbrio familiar, ajudando à criação dos mais novos da família.

Neste Dia Mundial da Terceira Idade, o destaque vai todo para os idosos, com a realização de atividades como encontros de idosos e crianças, colóquios sobre problemas dos idosos como maus-tratos, entre outras iniciativas.

Fonte: https://www.calendarr.com/portugal/dia-mundial-da-terceira-idade/



21 outubro 2019

Sempre a Aprender: De onde vem o Livro?


Amigos e Amigas,
Já tiveram a curiosidade de saber como é criado um Livro ?
Quais as diferentes etapas necessárias, realizadas numa gráfica, para nascer um Livro ?
 
Vamos aprender: De onde vem o Livro?


 Fonte: https://www.youtube.com

Quem inventou o livro? 

O formato de livro como conhecemos hoje, o chamado códice, não é e nunca foi o único existente. Antes desta encadernação de capa e páginas montadas em sequência, houve outras formas. 
 Atualmente, também há novidades, como o áudio-livro e o livro electrónico (ebook).

Os primeiros livros foram criados pelo povo sumério, quando este começou a escrever em tabletes de argila, por volta do ano 3.200 a.C. na Mesopotâmia, atual Iraque. O conteúdo, naquela época, era composto por leis, assuntos administrativos e religiosos, lendas e até poesia.

Com o tempo, o livro ficou mais leve graças à descoberta de outros materiais, como o papiro, obtido a partir de uma planta egípcia, e o couro de animais, dos quais o produto mais conhecido é o pergaminho.

A região de Pérgamo (onde hoje é a Turquia) desenvolveu o pergaminho por causa de uma proibição de importar papiro. Ela e Alexandria disputavam o posto de possuidoras da maior biblioteca do mundo conhecido. Para dificultar o crescimento da concorrente, o rei egípcio Ptolomeu V proibiu a exportação do papiro para aquele local. 

Naquela época, o formato comum era o rolo ou o volume, feito de folhas de pergaminho coladas lado a lado. Esta colagem era depois enrolada em dois bastões de madeira ou marfim. Assim, as pessoas podiam ler o pergaminho da mesma maneira como estavam habituadas com o papiro, ou seja, desenrolando de um lado e enrolando de outro.

O papel chegou à Europa trazido da China por mercadores árabes apenas no século 12 e, mesmo com o novo suporte, os livros continuavam a ser manuscritos, copiados por monges. O trabalho era cansativo e um exemplar podia levar até mais de um ano para estar pronto.

Isso só mudou na década de 1450, quando o alemão Gutemberg inventou a prensa e os tipos móveis, o que trouxe rapidez à produção do livro. A primeira obra impressa foi a Bíblia.

Fonte: https://novaescola.org.br/conteudo/2547/quem-inventou-o-livro

18 outubro 2019

Sábado Mágico na Biblioteca Municipal de Albufeira - 19 Outubro 2019



Amigos e Amigas,

No Sábado, 19 de outubro’19, a Biblioteca Municipal Lídia Jorge de Albufeira
irá receber a escritora Lígia Boldori para uma Hora do Conto, do seu mais recente livro
 O ingrediente perfeito, pelas 15H00.

Convidam-se todos os interessados a estarem presentes para uma tarde animada e cheia de gargalhadas, numa atividade para Pais e Filhos.

 Com este livro, as crianças poderão confecionar as receitas em casa, com sua família ou amigos, claro, sem esquecerem de utilizar o ingrediente perfeito!

Apresentado em dois idiomas – português e inglês, o quarto livro da coleção De Pernas Pro Ar/The Upside Down Collection aborda a gastronomia na culinária infantil com uma “pitada” especial, onde as receitas apostam na diversidade dos ingredientes, numa proposta de torná-las mais saudáveis e divertidas. 

A multiculturalidade apresentada neste volume, valoriza a cultura de cada país, representado em seus personagens e respetivas receitas (Espanha, França, Inglaterra, Portugal e Itália). 
Os valores – intemporais- são também pontos marcantes nas obras da autora, tendo neste volume o respeito, o companheirismo, a partilha e o amor, dentre outros. 
Mantendo-se com ilustrações também para serem coloridas, o livro resume-se num “3 em 1”: uma história para ler, uma língua para aprender e desenhos para serem coloridos.

Entrada Livre

Apareçam e
venham passar momentos divertidos connosco...

17 outubro 2019

Vamos Lembrar: Dia Internacional para a Erradicação da Pobreza


O Dia Internacional para a Erradicação da Pobreza celebra-se a 17 de Outubro.

A data foi comemorada oficialmente pela primeira vez em 1992, com o objetivo de alertar a população para a necessidade de defender um direito básico do ser humano. 

Antes, a 17 de Outubro de 1987, Joseph Wresinski, o fundador do Movimento Internacional ATD Quarto Mundo, convidou as pessoas a se reunirem em honra das vítimas da fome e da pobreza em Paris, no local onde tinha sido assinada a Declaração Universal dos Direitos Humanos. Ao seu apelo responderam cem mil pessoas. 

 Fonte: https://www.calendarr.com/portugal/dia-internacional-para-a-erradicacao-da-pobreza/
 

O tema, para o Dia Internacional para a Erradicação da Pobreza, definido pelas Nações Unidas em 2019 é “Atuando em conjunto para empoderar crianças, famílias e comunidades para acabar com a pobreza.”

O secretário-geral da ONU, António Guterres, disse esta quinta-feira que “a probabilidade de crianças viverem na pobreza extrema é duas vezes maior do que a dos adultos.” 

Em nota sobre o dia, António Guterres disse que “a pobreza condena muitas crianças a uma vida de desvantagens e perpetua a transferência desses problemas de geração para geração.”

Acabar com a pobreza extrema está no centro da Agenda 2030 e dos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável, ODSs, mas existem vários desafios. Guterres destacou conflitos, ameaças na internet, trabalho forçado e exploração sexual, sobretudo de meninas.

O secretário-geral lembrou que a possibilidade de uma menina se casar enquanto criança diminui a cada ano de escolaridade, enquanto as chances de um salário melhor aumentam.

Guterres diz que “também existem benefícios claros de saúde e educação para os filhos que ela venha a ter, sendo um fator central para quebrar o ciclo da pobreza.” 

Sobre o tema do dia nesse ano, o secretário-geral afirmou que “uma das soluções para acabar com a pobreza infantil é resolver a pobreza das famílias.”

Fonte: https://news.un.org/pt/story/2019/10/1691181 



 Qual o papel das bibliotecas junto das comunidades, e 
de que forma podem contribuir para o cumprimentos dos 
17 Objetivos para o Desenvolvimento Sustentável 
e da Agenda 2030


No âmbito da candidatura que a BAD (Associação Portuguesa de Bibliotecários, Arquivistas e Documentalistas) apresentou à IFLA (Federação Internacional de Associações e Instituições Bibliotecárias) para o desenvolvimento de um projeto relacionado com o contributo das bibliotecas para o cumprimento dos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável e a Agenda 2030, foi criado o website: 
Bibliotecas para o Desenvolvimento e a Agenda 2030
Acede para obter toda a informação acerca deste projeto.


A BAD, enquanto associação mais representativa dos profissionais e informação e documentação, está desde o primeiro momento em contacto com as entidades nacionais e internacionais responsáveis pela Agenda 2030 e pela elaboração do Plano de Desenvolvimento Nacional, com o objetivo de incluir uma referência oficial às bibliotecas enquanto facilitadoras da implementação dos ODS. 

Através do projeto apoiado pela IFLA – Bibliotecas para o Desenvolvimento e a Agenda 2030 – a BAD assume o compromisso de disseminar junto dos profissionais portuguesas o papel das bibliotecas junto das comunidades, evidenciando a importância da sua ação através do acesso à informação para o cumprimentos dos 17 Objetivos para o Desenvolvimento Sustentável e da Agenda 2030.

Fonte: https://www.bad.pt/noticia/2018/09/25/bad-lanca-o-website-bibliotecas-para-o-desenvolvimento-e-a-agenda-2030/
  

16 outubro 2019

Vamos Lembrar: Dia Mundial da Alimentação



O Dia Mundial da Alimentação celebra-se anualmente a 16 de Outubro.

O dia 16 de Outubro marca o dia da fundação da Organização das Nações Unidas para a Alimentação e a Agricultura, em 1945.

A celebração do Dia Mundial da Alimentação foi estabelecida em Novembro de 1979 pelos países membros na 20ª Conferência da Organização das Nações Unidas para a Alimentação e a Agricultura. 

Neste dia realizam-se muitas atividades relacionadas com a nutrição e a alimentação, com a participação de cerca de 150 países, incluindo Portugal. 

 Objetivos do Dia Mundial da Alimentação
  • Alertar para a necessidade da produção alimentar e reforçar a necessidade de parcerias a vários níveis;
  • Alertar para a problemática da fome, pobreza e desnutrição no mundo;
  • Reforçar a cooperação económica e técnica entre países em desenvolvimento;
  • Promover a transferência de tecnologias para os países em desenvolvimento;
  • Encorajar a participação da população rural, na tomada de decisões que influenciem as suas condições de vida.
Estima-se que o número de habitantes do planeta vai ultrapassar os nove bilhões de pessoas em 2050 e que a produção mundial de alimentos vai ter de aumentar em 60% para conseguir dar resposta às necessidades alimentares da população mundial.

Fonte: https://www.calendarr.com/portugal/dia-mundial-da-alimentacao/



O  Blogue da Direção - Geral da Saúde
Tudo para uma alimentação mais saudável e inteligente: notícias, receitas, estudos, vídeos, infografias, manuais, cartazes...

Acede em:






Sugestão de Leitura para o Dia Mundial da Alimentação

 
«Os Mitos que Comemos» por Pedro Carvalho

Livro disponível na Biblioteca Municipal Lídia Jorge de Albufeira