novembro 29, 2012

Hora do Conto - Visita da Academia dos Marinheiros

No dia 29 de Novembro de 2012, a Academia dos Marinheiros veio visitar a Biblioteca Municipal de Albufeira, com a sala da educadora Vera Amaral e o seu grupo de 21 meninos e meninas.

A visita começou com uma pequena apresentação do espaço e dos materiais disponiveis no setor infanto juvenil. E falou-se ainda, um bocadinho acerca de como devem ser tratados os livros.

De seguida, chegou o momento de conhecer a sala da hora do conto e todos os seus pequenos habitantes. Aqui neste espaço foi apresentada a história: "O Ganso Tanso e o Pato Pateta brincam às escondidas"


Depois de ouvida a história, os meninos e as meninas puderam explorar a sala da hora do conto, visitar a casinha, onde por magia aparecem as histórias e brincar com o nosso cavalo de madeira.

De regresso ao setor infanto juvenil e sentados nas pequenas mesas, o grupo foi convidado a pintar desenhos do pato pateta e do ganso tanso, que depois de pintados, transformaram-se em um pequeno livro, para o grupo levar de recordação desta visita.





Por fim, os meninos e as meninas puderam consultar e explorar os muitos livros da Biblioteca.



Obrigado Amigos e Amigas da Academia dos Marinheiros pela vossa visita!!
Até breve...


novembro 26, 2012

A História da Humanidade contada em 1 minuto...

A Symphony of Science (Sinfonia da Ciência) é um projeto musical criado pelo músico John Boswell. O projeto visa "difundir o conhecimento científico e filosofia através de remixes musicais".

Boswell utiliza diversos tipos de música misturados e vídeos de programas de televisão com cientistas e educadores populares para transmitir as suas mensagens. Os clipes de áudio e vídeo são misturados em mashups digitais e misturados com composições originais de Boswell.

Um dos meios utilizado para difundir os videos deste projeto é o famoso YouTube.


Este video publicado pela  Symphony of Science conta a História da Humanidade em 1 minuto:



novembro 21, 2012

Vamos Lembrar: Dia Mundial da Televisão - 21 Novembro

O Dia Mundial da Televisão celebra-se anualmente a 21 de Novembro. A data foi proclamada pelas Nações Unidas em 1996.

Em Portugal a televisão começou a ser transmitida em 1957 na Rádio e Televisão de Portugal (RTP) a preto e branco.

Nos inícios do anos 80 começaram as emissões da RTP a cores.

Um pouco da História da Televisão...

Quando, em 1883, Paul Nipkow transformou uma imagem em numerosos impulsos eléctricos, não imaginava que a sua invenção ia mudar o mundo. O jovem alemão tinha iniciado a pré-história da televisão

As primeiras transmissões de imagens à distância foram conseguidas pelo inglês John L. Baird em 1920. As suas experiências foram melhoradas em 1924. Entretanto, em 1923, Vlademir K. Zworykin, um russo-americano, havia dado o passo seguinte ao inventar o iconoscópio.

As primeiras emissões televisivas regulares iniciaram-se na Alemanha em 1935. Os americanos começaram as transmissões a cores em 1954.

O fabrico de televisores em larga escala começou depois da Segunda Guerra Mundial. Em 1950 havia uns dez milhões de aparelhos a preto e branco. Nesse ano, os telespectadores norte-americanos rondavam os cinco milhões.

A RTP começou a emitir regularmente a partir de 7 de Março de 1957. As emissões experimentais tinham começado em Setembro de 1956 em Lisboa. A cor foi introduzida a partir de 1980.




novembro 19, 2012

novembro 16, 2012

Vamos Lembrar: Dia Mundial do Não Fumador



O Dia Mundial do Não Fumador comemora-se anualmente a 17 de Outubro.
Pretende sensibilizar as populações para os factores de risco associados ao consumo de tabaco e as formas mais eficazes para deixar de fumar.

Habitualmente, rastreios gratuitos e acções de prevenção e sensibilização dos malefícios do tabaco são alguns dos eventos organizados no Dia Nacional do Não Fumador.

O tabaco é uma das causas principais do cancro do pulmão e da doença pulmonar obstrutiva crónica.
Falta de ar e tosse compulsiva são alguns dos factores que devem ser vigiados com regularidade pelos fumadores.




Aqui fica um video feito por uma escola acerca do Dia Mundial do Não Fumador:







novembro 15, 2012

Vamos Lembrar: Dia Nacional da Língua Gestual Portuguesa

O Dia Nacional da Língua Gestual Portuguesa comemora-se a 15 de Novembro.
Este dia foi criado pela Comissão para o reconhecimento e protecção da Língua Gestual Portuguesa e defesa dos direitos das pessoas surdas.

Esta comissão foi criada em 15 de Novembro de 1995 com o propósito de ver reconhecida a Língua Gestual Portuguesa na Constituição da República Portuguesa, algo que sucedeu em 1997, aquando da sua 4ª revisão.
Assim, ficou consagrado na Constituição, através do Artigo 74, n.º 2, alínea h, que o Estado Português compromete-se a “proteger e valorizar a língua gestual portuguesa enquanto expressão cultural e instrumento de acesso à educação e da igualdade de oportunidades.”

Língua Gestual Portuguesa é a forma que pessoas que não conseguem falar e/ou ouvir utilizam para comunicar. Língua Gestual Portuguesa ou LGP foi reconhecida em 1997 pela Constituição da República Portuguesa como a segunda língua oficial do país.

Esta língua apresenta as mesmas características de uma língua como vocabulário,  gramática e um alfabeto próprio. É produzida pelos movimentos das mãos, do corpo e por expressões faciais.
Não existe uma Língua gestual Universal. Da mesma forma que cada país tem uma língua, assim também é com língua gestual. Em Portugal chama-se Língua Gestual Portuguesa ou LGP, no Brasil, Língua Brasileira de Sinais ou Libras.


Aqui fica um video sobre este temática:

novembro 12, 2012

Sempre a Aprender: De onde vem o raio e o trovão?

Amigos e Amigas,
Agora que já chegou a chuva e o frio, vamos aprender com a ajuda das divertidas explicações da Kika -

De onde vem o Raio e o Trovão?



novembro 09, 2012

Dia de São Martinho - 11 de Novembro

Amigos e Amigas,

Vamos lembrar a Lenda de São Martinho:




Neste data também se realiza o Magusto que é uma festa popular, cujas caracteristicas e formas de celebração podem mudar, consoante as tradições de cada região do país.

Grupos de amigos e famílias juntam-se à volta de uma fogueira onde se assam castanhas para comer, bebe-se a jeropiga, água-pé ou vinho novo, fazem-se brincadeiras e cantam-se cantigas.

Aqui fica, um desenho para colorir alusivo ao São Martinho, é só "baixar" e imprimir.
Bom Magusto, amigos e amigas....


novembro 07, 2012

Obrigado - 25 000 Visualizações

Amigos e Amigas...
O AlbuTekas já ultrapassou a marca das 25 000 visitas!
Obrigado a todos!
Iremos continuar, com muito gosto, a partilhar com os nossos amigos visitantes  informações, ideias e pequenos acontecimentos, ligados à leitura e às Bibliotecas, e não só ... pensando especialmente, nos nossos leitores mais novos...



Vamos Conhecer: Ilse Losa

Ilse Lieblich Losa nasceu em Melle-Buer, Alemanha, a 20 de março de 1913 e faleceu no Porto, 6 de janeiro de 2006. Escritora portuguesa de origem judaica, nascida na Alemanha, frequentou o liceu em Osnabrück e Hildesheim e mais tarde um instituto comercial em Hannover.
Ameaçada pela Gestapo de ser enviada para um campo de concentração devido à sua origem judaica, abandonou o seu país natal em 1930. Deslocou-se primeiro para Inglaterra onde teve os primeiros contactos com escolas infantis e com os problemas das crianças.
Chegou a Portugal em 1934, tendo-se fixado na cidade do Porto, onde casou com o arquiteto Arménio Taveira Losa, tendo adquirido a nacionalidade portuguesa.
Em 1943, publicou o seu primeiro livro "O mundo em que vivi".

E desde dessa altura, dedicou a sua vida à tradução e à literatura infanto-juvenil, tendo sido galardoada em 1984 com o Grande Prémio Gulbenkian para o conjunto da sua obra dirigida às crianças.
Em 1998 recebeu o Grande Prémio de Crónica, da APE (Associação Portuguesa de Escritores) devido à sua obra À Flor do Tempo.
Colaborou em diversos jornais e revistas, alemães e portugueses, está representada em várias antologias de autores portugueses e colaborou na organização e traduziu antologias de obras portuguesas publicadas na Alemanha. Traduziu do alemão para português alguns dos mais consagrados autores.
Segundo Óscar Lopes "os seus livros são uma só odisseia interior de uma demanda infindável da pátria, do lar, dos céus a que uma experiência vivida só responde com uma multiplicidade de mundos que tanto atraem como repelem e que todos entre si se repelem".


Bibliografia:
Histórias e Canções em Quatro Estações - Primavera
Silka
O Rei Rique e outras histórias
Viagem Com Wish
A Flor Azul
Um Artista Chamado Duque
Silka
Na Quinta das Cerejeiras
Um Fidalgo de Pernas Curtas
A Minha melhor História
Beatriz e o Plátano
O Quadro Roubado
O Mundo Em Que Vivi
O Príncipe Nabo
Faísca Conta a Sua História
Rio sem Ponte
À Flor do Tempo
A Adivinha
Ida e Volta - À Procura de Babbitt
Viagem com Wish
O Senhor Pechincha, seguido de O Bonifácio
Miguel o Expositor
Caminhos sem Destino
A Visita ao Padrinho e Outras Histórias
Sob Céus Estranhos
A Adivinha

FONTE: http://www.wook.pt/authors/detail/id/293


Boas Leituras, Amigos e Amigas....