outubro 18, 2012

Os Fantásticos Livros Voadores do Sr. Morris Lessmore

Amigos e Amigas...


The Fantastic Flying Books of Mr. Morris Lessmore” (2011) - Os Fantásticos Livros Voadores do Sr. Morris Lessmore, foi o vencedor do Oscar 2012 de Curta-Metragem de Animação, esta história  representa uma alegoria bem humorada sobre o poder curativo das histórias.

É uma história simples e apresentada sem falas, mas muito bem elaborada. Que há de agradar com certeza o público infantil. Mas também aos demais que amam os livros. Que adorariam ter e ver, uma Biblioteca Pública perto de casa.

Um jovem na varanda de um hotel, imerso na leitura de um livro, e no meio de muitos outros livros. Solitário? Talvez prefira a companhia dos livros. Talvez tenha um melhor diálogo com eles. Tranquilo, segue a leitura até ser apanhado de surpresa por um furacão.

Quando a tempestade passa, ele caminha entre os escombros. O hotel desapareceu, e com ele, o seu quarto. Os seus livros também se foram. Assim, sem as suas raízes que o prendiam a esse local, começa a caminhar sem um rumo certo.

Mas parecia que o destino já traçara uma rota para ele. Teria uma nova moradia, e na companhia de livros. Algo que ele gostava muito. Era uma Biblioteca. Mas não uma comum. Ela possuía livros especiais. Pareciam que tinham vida própria. Faltava a ela alguém que amasse muito os livros a ponto de dedicar-se com carinho a zelar por eles.

A leitura de um bom livro é um diálogo incessante: o livro fala e a alma responde.” (André Maurois)

Ele sentiu-se realmente em casa. E amou esse novo ofício: em ser um Bibliotecário. Como ajudante principal: o Humpty Dumpty em pessoa. Ops! Quero dizer: Humpty Dumpty em livro. Que amava tocar piano.

Assim, entre leituras e uma boa música, com pausas, para ajudar as pessoas a escolherem uma leitura que lhes agradassem mais, a vida seguiu tranquila. Do jeito que, Sr. Morris Lessmore mais gostava.



Assistam a esta magnífica história:




outubro 17, 2012

Dia Internacional para Erradicação da Pobreza - 17 de Outubro

A Assembleia Geral das Nações Unidas declarou o dia 17 de Outubro, como o Dia Internacional para Erradicação da Pobreza e convidou todos os países a dedicar este dia à apresentação e promoção, de modo apropriado e no contexto nacional, de actividades concretas no âmbito da erradicação da pobreza.

A pobreza é uma violação dos direitos humanos. Todas as crianças, jovens, homens e mulheres têm o direito humano a um nível de vida adequado à sua saúde e bem-estar, a comida, roupa, alojamento, tratamento médico e serviços sociais. Estes direitos fundamentais são definidos na Declaração Universal dos Direitos Humanos e outras declarações e tratados internacionais de direitos humanos.


A pobreza é uma atroz realidade com que uma grande parte do Planeta se depara. Muitos seres humanos continuam a viver, e a morrer, em condições degradantes.

Cerca de 1,2 mil milhões de pessoas (20% da população mundial), vive penosamente abaixo do limiar da pobreza (com menos de um dólar por dia), aproximadamente 850 milhões sofrem de fome e 30 mil morrem de causas directamente relacionadas com a pobreza. 

Nos países em desenvolvimento, mais de 1000 milhões de pessoas carecem de habitação adequada e estima-se que 100 milhões estejam sem abrigo.

Um quinto da população não tem expectativas de vida para além dos 40 anos de idade, 160 milhões de crianças são subnutridas, 110 milhões não recebem educação primária e meio milhão de mulheres morre anualmente durante o parto.

Estes são escassos exemplos das sérias catástrofes que a pobreza, directa ou indirectamente, tem vindo a desencadear.  


Embora de uma forma insuficiente e desigual, o mundo alcançou progressos reais no domínio da realização do primeiro Objectivo de Desenvolvimento do Milénio: erradicar a pobreza extrema e a fome, reduzindo para metade, entre 1990 e 2015, a proporção de população cujo rendimento é inferior a um dólar por dia.


outubro 16, 2012

Dia Mundial da Alimentação - 16 Outubro



No dia 16 de Outubro de cada ano, é celebrado o Dia Mundial da Alimentação para assinalar a criação da Organização das Nações Unidas para a Agricultura e a Alimentação (FAO), em 1945.

Na atualidade, este dia é celebrado por todo o mundo, em mais de 150 países.

O objectivo do Dia Mundial da Alimentação é consciencializar a opinião pública sobre a questões da nutrição e alimentação, ou seja, consciencializar a humanidade sobre a difícil situação que enfrentam as pessoas que passam fome e promover em todo o mundo a participação da população na luta contra a fome.

 


DICAS PARA UMA ALIMENTAÇÃO SAUDÁVEL

Faz um bom pequeno-almoço: Para ser completo, o pequeno-almoço deve incluir três grupos de alimentos: fruta, lacticínios e cereais.

Não deves ficar muito tempo sem comer: Lanches ligeiros a meio da manhã e da tarde, entre as refeições principais, permitem controlar melhor o apetite. Podes comer uma peça de fruta ou um iogurte.

Inicia a refeição com hortaliças e legumes: Crus ou salteados, as verduras e legumes devem estar sempre presentes nas refeições. Estes alimentos são excelentes fornecedores de vitaminas, minerais e fibras; além de ajudar o intestino a funcionar melhor, diminuem a sensação de fome, principalmente se forem consumidas no início das refeições.

Bebe os líquidos certos: Água, chá, infusões e sumos naturais são as melhores opções para hidratar o organismo. Recomenda-se 1,5 a 2 litros por dia - o equivalente a 8 ou 10 copos. Parece muito? Lembra-te que a água é o principal componente do nosso organismo.

Abusa das frutas: Recomendam-se cerca de 3 a 5 porções de fruta por dia. Elas encaixam-se perfeitamente em todas as refeições: ao pequeno-almoço, lanches entre as refeições ou como sobremesa.

Reduz: Alimentos muito doces, bebidas e refrigerantes pobres em vitaminas e ricos em açúcar. Os bolos de pastelaria devem ser evitados, para comer só em ocasiões especiais. Evita as refeições prontas e os alimentos com muita gordura e açucares (consulta a informação na embalagem).

Controla o consumo de sal: Reduz a quantidade de sal adicionado aos alimentos e evita alimentos muito salgados, pois eles aumentam a pressão sanguínea, aumentando o risco de desenvolver hipertensão. Para temperar e dar um toque especial aos pratos deves optar por ervas aromáticas e especiarias.

Evita os fritos: Em vez de fritos, opta por grelhados, assados ou cozinhados ao vapor. As frituras podem ser consumidas, mas poucas vezes, uma vez por semana, por exemplo.

Mastiga devagar: Mastigar bem os alimentos ajuda a controlar a fome e a      fazer uma boa digestão. Por isso, saboreia bem os alimentos.

 
 

outubro 15, 2012

Curiosodade: Livros suspensos na Suiça

Livros suspensos em Romainmôtier

Romainmôtier é uma pequena vila suíça que faz fronteira com França. É conhecida pela sua população modesta e  a sua pitoresca cidade, cuja arquitetura lembra o Império Romano. Como uma pequena aldeia Europeia saída de um filme, Romainmôtier detém uma feira do livro anual encantadora que tem lugar na igreja da cidade.


A feira anual de livros usados é um dos atrativos de um charmoso vilarejo. O evento, hospedado na antiga igreja da cidade, passou a se destacar ainda mais desde 2005, quando o artista local Jan Reymond passou a criar instalações com as obras que sobravam. 





Uma delas preenche um dos arcos da construção, que ainda guarda características do Império Romano, com livros que parecem suspensos no ar. Na verdade, eles estão presos por fios de naylon transparentes.

Outro exemplo dos trabalhos assinados por Reymond são as pilhas de publicações que imitam o formato de uma coluna de sustentação para as portas da igreja. Com o mesmo material, o artista também já simulou paredes inteiras, com direito a vitrais formados por livros e negativos de fotos descartados. A feira acontece sempre no mês de setembro.


As imagens foram divulgadas no Flickr do fotógrafo Tim Tom. 





outubro 04, 2012

Dia Nacional dos Castelos - 7 Outubro

O Dia Nacional dos Castelos comemora-se no dia 7 de Outubro.

Desde 1984, que o Dia Nacional dos Castelos, se comemora em Outubro, com o objectivo de promover em todo o País, acções que visem a reflexão sobre o Património fortificado.

Os castelos são uma importante parte da história e refletem a forma como se vivia diariamente, como se organizava a sociedade, como era a cultura da época.

Neste dia realizam-se várias atividades pedagógicas e lúdicas, desde animações nos castelos ainda existentes, com comidas, vestuário e quotidiano da época até visitas guiadas nos diversos castelos existentes.

No concelho de Albufeira, na freguesia de Paderne fica o Castelo de Paderne

Este Castelo é um dos que figuram na Bandeira de Portugal e foi conquistado aos mouros por D. Paio Peres Correia em 1248 e desactivado em 1858.

Classificado como Imóvel de Interesse Público desde 1971.

Apesar dos sucessivos restauros, o seu estado de conservação encontra-se degradado e nos nossos dias apresenta apenas alguns panos de muralha, bem como o torreão de entrada e paredes mestras da sua Ermida.

Nos princípios do séc. XVI, com a transferencia da povoação do interior das muralhas para Norte, torna-se claro o seu estado de semi-abandono e mais tarde com o terramoto de 1755 sofre o desmoronamento parcial das muralhas e da torre albarrã.

Implantação da República Portuguesa - 5 Outubro

A Implantação da República Portuguesa foi o resultado de um golpe de estado organizado pelo Partido Republicano Português que, no dia 5 de Outubro de 1910, destituiu a monarquia constitucional e implantou um regime republicano em Portugal.

A subjugação do país aos interesses coloniais britânicos, os gastos da família real, o poder da igreja, a instabilidade política e social, o sistema de alternância de dois partidos no poder (os progressistas e os regeneradores), a ditadura de João Franco, a aparente incapacidade de acompanhar a evolução dos tempos e se adaptar à modernidade — tudo contribuiu para um inexorável processo de erosão da monarquia portuguesa do qual os defensores da república, particularmente o Partido Republicano, souberam tirar o melhor proveito.

Por contraponto, a república apresentava-se como a única capaz de devolver ao país o prestígio perdido e colocar Portugal no caminho do progresso.




Dia Mundial do Animal - 4 de Outubro

O Dia Mundial do Animal celebra-se anualmente a 4 de Outubro.

A data foi escolhida em 1931 durante uma convenção de ecologistas em Florença. A escolha teve em conta o facto do dia 4 de Outubro ser o dia de São Francisco de Assis, o santo padroeiro dos animais.

O Dia Mundial do Animal é celebrado em várias países, através de várias eventos e iniciativas.

Os principais objetivos da celebração do Dia Mundial do Animal são:
  • Sensibilizar a população para a necessidade de proteger os animais e a preservação de todas as espécies;
  • Mostrar a importância dos animais na vida das pessoas;
  • Celebrar a vida animal em todas as suas vertentes.



outubro 01, 2012

Dia Internacional da Música - 1 Outubro

O Dia Internacional da Música comemora-se anualmente no dia 1 de Outubro.

A data foi instituía em 1975 pelo International Music Council, uma institução fundada em 1949 pela UNESCO, que agregava vários organismos e individualidades do mundo da música.

O objectivo da celebração do Dia da Música é:
  • Promover a arte musical em todos os sectores da sociedade;
  • Aplicação dos ideais da UNESCO como a paz e amizade entre as pessoas; evolução das culturas e troca de experiências.


Em Portugal este dia será assinalado, entre concertos e exibições musicais em diversos locais, com uma conferência em Lisboa, onde músicos, agentes e promotores de espectáculos participam e onde serão debatidas estratégias de exportação da música portuguesa, segundo notícia da agência Lusa.

CURIOSIDADE:
Como surgiu o Gira - Discos ?

Em 1878, Thomas Edison inventou um fonógrafo em lata que, produzia um som mau e as gravações estragavam-se ao fim de um dia de uso.
Alexander Graham Bell tentou a sua sorte com o grafofone, que reproduzia sons através de um cilindro de cera. Cada cilindro tinha de ser gravado separadamente, tornando inviável a produção em série de uma mesma música.

Emile Berliner, um alemão que se radicou em Washington, resolveu este problema, em 1887, ao inventar o gramofone, um sistema de gravação e reprodução de som que podia ser utilizado repetidamente, permitindo a realização de várias cópias a partir de um original.
Este inventor optou também por deixar de parte os cilindros e começou a gravar em discos planos, objectos em vinil com estrias em espiral.

O gramofone tocava discos de 78 rotações por minuto (rpm) através de uma agulha que transportava as vibrações mecânicas saídas do vinil para um cone que amplificava o som.

A partir de 1920, surge o gira-discos, o disco fica assente numa base redonda, que roda a uma velocidade constante, 33 1/3, 45 ou 78 rpm, movida por um motor, e é contactado por um braço com uma agulha na ponta, que transmite vibrações transformadas depois em impulsos eléctricos.

Os discos de 78 rpm continuaram a dominar o mercado até cerca de 1948, altura em que surgiram os primeiro discos de longa duração, que rodavam em 33 1/3 e 45 rpm, respectivamente Long Players (LP) e Singles. Além de um som ligeiramente melhor, tinham uma duração superior. Os de 78 rotações acabaram por desaparecer em 1957, depois de ter sido operada uma verdadeira revolução tecnológica destinada a tirar partido dos novos discos.

O gira-discos é um aparelho hoje caído em desuso que emite música gravada em discos de vinil. O avanço tecnológico levou à criação do CD, de som cristalino e límpido, e ao declínio dos gira-discos, peças cada vez mais raras e a que só recorrem os fiéis do género.






Vamos Conhecer: Jean de la Fontaine

Jean de La Fontaine nasceu em Chêteau-Thierry, França, no dia 8 de Julho de 1621 e faleceu em Paris a 13 de Abril de 1695. Foi um poeta e fabulista.


Estudou teologia e direito em Paris, mas seu maior interesse sempre foi a Literatura.

Em 1668 foram publicadas as primeiras fábulas, num volume intitulado "Fábulas Escolhidas". O livro era uma colectânea de 124 fábulas, dividida em seis partes. La Fontaine dedicou este livro ao filho do rei Luís XIV. As fábulas continham histórias de animais, magistralmente contadas, contendo um fundo moral. Escritas em linguagem simples e atraente, as fábulas de La Fontaine conquistaram imediatamente seus leitores.

No período de 1664 a 1674, ele escreveu quase todas as suas obras. Nas suas fábulas, contava histórias de animais com características humanas.

Em 1684, foi nomeado para a Academia Francesa de Letras. 
A sua grande obra, «Fábulas», escrita em três partes, no período de 1668 a 1694, seguiu o estilo do autor grego ESOPO, o qual falava da vaidade, estupidez e agressividade humanas através de animais.
La Fontaine é considerado o pai da fábula moderna. Sobre a natureza da fábula: «É uma pintura em que podemos encontrar nosso próprio retrato.»

Algumas fábulas escritas e reescritas por ele são:
A Lebre e a Tartaruga;
O Homem;
O Menino e a Mula;
O Leão e o Rato;
O Carvalho e o Caniço;
Entre muitas outras....

Amigos e Amigas,
Venham descobrir as maravilhosas fábulas, deste autor.
«Sirvo-me dos animais para instruir os Homens.» afirmou Jean de la Fontaine.
Um dos livros, do autor, que podes encontrar na Biblioteca Municipal Lídia Jorge de Albufeira: