maio 14, 2014

Cabines telefónicas transformam-se em "mini biblioteca"

Uma antiga cabine telefónica "à inglesa" foi transformada em uma pequena biblioteca portuguesa

Instalada na freguesia de Barcelinhos, em Barcelos, nas margens do rio Cávado, a biblioteca destina-se a servir residentes, turistas e peregrinos de Santiago que por ali passam.

Em declarações à Lusa, José Peixoto, presidente da junta de freguesia de Barcelinhos, afirmou que a ideia é tornar "ainda mais aprazível e convidativa" aquela zona antiga da freguesia, deixando os livros, jornais e revistas "mesmo à mão" dos transeuntes.

"Com os bancos e as mesas que lá pusemos, fica montado o cenário ideal para uma leitura descontraída, com o Cávado como pano de fundo", salientou o autarca, que contou que a cabine alberga jornais, livros, revistas e poucas centenas de livros.
A cabine telefónica foi restaurada e adaptada pela Fundação Portugal Telecom, passando agora a ser da responsabilidade da junta de Barcelinhos.

De acordo com José Peixoto, os livros disponibilizados pela biblioteca "Livros do Cávaco" estão escritos "em várias línguas", a pensar nos milhares peregrinos, que, anualmente, utilizam um albergue situado ali perto durante o percurso dos Caminhos de Santiago.

Em breve, esta cabine-biblioteca vai dispor também de um sistema de campainha através do qual os utentes poderão chamar um funcionário da Junta para lhes abrir "a porta da leitura", revelou o autarca.

Esta "cabine de livros" original vai funcionar ao mesmo tempo como uma espécie de "montra" da biblioteca instalada no edifício da sede da Junta de Freguesia. 

"Se por acaso não encontrarem ali o que pretendem ler, podem sempre tentar a sede da Junta, onde, além disso, há também acesso gratuito à Internet", concluiu José Peixoto.

FONTE:http://boasnoticias.sapo.pt/noticias_Barcelos-Cabine-telef%C3%B3nica-torna-se-mini-biblioteca_15194.html

Em Lisboa, uma antiga cabine telefónica foi transformada numa mini-biblioteca 'self-service', com o objetivo de promover a leitura e de "estreitar os laços" entre os moradores do bairro junto às avenidas de Roma e Guerra Junqueiro. 

A mesma foi inaugurada no dia 23 de Abril, Dia Mundial do Livro e dos Direitos de Autor, e irá contar com um total de entre 50 a 60 livros, incluindo para crianças e jovens, todos eles doados por editoras, livrarias e moradores do bairro.

A ideia partiu do Movimento de Comerciantes da Avenida Guerra Junqueiro, Praça de Londres e Avenida de Roma, em parceria com a Portugal Telecom - PT. Na nova Cabine de Leitura, quem quiser levar um livro de empréstimo terá de deixar outro em troca, juntamente com os seus contactos, comprometendo-se a devolvê-lo num prazo estipulado.

"Acreditamos no civismo, e que as pessoas irão respeitar as regras. Se, no final do primeiro dia, tiverem desaparecido os livros todos, teremos de os repor", adianta Carlos Moura-Carvalho, daquele movimento.

Lisboa: Cabine telefónica transforma-se em biblioteca

Os objetivos da iniciativa passam por estreitar os laços comunitários, fomentar aos hábitos de leitura e promover a cidadania e o gosto pelos livros num espaço inesperado.

FONTE: http://boasnoticias.sapo.pt/noticias_Lisboa-Cabine-telef%C3%B3nica-transforma-se-em-biblioteca_19399.html?page=2

Sem comentários: